Por que monitorar redes?

Escrito por:

Neste artigo veremos a importância do monitoramento:

O que é monitoramento e por que monitorar?

 
Atualmente, dentro das organizações encontramos um grande número de dispositivos, seja Computadores, Notebooks, Smartphone, Tablets e etc., que podem se conectar na rede corporativa, para que possam acessar aplicativos próprios da organização ou mesmo para acessar a internet, manipular arquivos, dados ou outra coisa do tipo.
Como já se sabe, tudo isso só é possível graças a rede de computadores e seus dispositivos, que são responsáveis por dar essa flexibilidade. Mas é necessário estar atento, a rede deve ser monitorada, pois o funcionamento de todos os serviços e os equipamentos disponíveis, garantem a troca de informações entre os dispositivos da empresa. E do setor de TI também é exigido um acompanhamento de perto, para que possam assegurar o bom desempenho da rede.
Dentro de uma empresa que monitora sua rede, os colaboradores responsáveis pelos processos de TI serão notificados sobre possíveis falhas por meio de alertas de e-mail pré-programados, mensagem (SMS, WhatsApp ou Telegram) e dashboards do desempenho da rede. Isso fará com que a equipe fique sempre por dentro do desempenho a partir de qualquer lugar, podendo atuar de forma mais ágil, caso algum problema ocorra.
Pense numa situação extrema, como exemplo num domingo à noite, caso a rede da empresa apresente algum erro. No caso da rede monitorada, um profissional será avisado e poderá solucionar o problema imediatamente, de forma remota, antes mesmo que o expediente comece no dia seguinte.
 
Planejando o monitoramento:
 
Quando pensamos em monitoramento, temos como principal intuito maximizar a eficiência e produtividade da rede e, principalmente, antecipar as possíveis falhas ou a queda de performance.  É preciso dar bastante atenção a antecipações de problemas, pois quando eles acontecem o resultado de um impacto negativo de todos setores que dependem da TI, ou seja, praticamente a organização inteira, é bem grande, por isso, tome cuidado.
Por mais simples e menor que uma rede possa parecer, ela precisa ser monitorada, visando sempre garantir aos usuários, a disponibilidade dos serviços e desempenho aceitável.
E para garantir um melhor acompanhamento durante a execução da monitoração, é ideal que seja centralizado um único ponto dos serviços, onde a atuação para prover tarefas que visam o melhor desempenho. Algumas tarefas a serem acompanhadas:
  • Suporte ao usuário;
  • Planejamento de desempenho;
  • Planejamento de segurança;
  • Controle de acesso à rede;
  • Gerência de problemas;
  • Base de conhecimento; e
  • Segurança da informação.
 
Ferramenta para monitoramento de rede:
 
Para gerenciar e analisar todos os dados trafegados na rede, as organizações precisam de soluções que apoiem a gestão de TI fornecendo formas de visualização destes dados. E quando a equipe de TI precisa explicar alguma questão técnica à alta direção da empresa, as chances que ocorram ruídos na comunicação, são grandes demais. Por isso, monitorar a rede com ferramentas voltadas para esse fim pode facilitar a visualização do desempenho do sistema e seus pontos críticos, o que favorece a tomada de decisão não somente da equipe de TI como também dos proprietários do negócio.
Algumas ferramentas:

E então pessoal, gostaram? Já monitoram ou pensam em montar um monitoramento para sua rede?
Deixem seu comentário sobre o tema abordado.

Atenciosamente,
Vinicius Pinho

Graduado em Gestão da Tecnologia da Informação. Experiência na área de infraestrutura e suporte, com ênfase no atendimento a usuário com sistemas Microsoft Windows. CERTIFICAÇÕES: ITIL Foundation Certificação ITSM Foundation Certificação Green IT

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *